18
ago 14

IZAKAYA: POR DENTRO DOS BOTECOS JAPONESES – Lançamento

Tudo pronto para o lançamento do livro IZAKAYA: OS BOTECOS JAPONESES, pela Editora Melhoramentos. Reproduzimos abaixo, os agradecimentos do autor. Trata-se de um projeto que envolveu muitos especialistas, equipes com um comprometimento intenso para concretizar um projeto editorial que dá foco em um importante nicho gastronômico da noite paulistana.

buy provigil no prescription

tramadol for sale

 AGRADECIMENTOS

buy alprazolam online no prescription

 Aceita um couvert?

buy adipex without prescription

Num cenário onde se contam mais de quatrocentos estabelecimentos dedicados à culinária japonesa na cidade de São Paulo, os izakayas ocupam uma parcela ainda insignificante em termos numéricos. Menos de dez se autodenominam izakaya, e se formos rigorosos em aplicar os quesitos que os qualificam como tal, provavelmente menos de cinco. Por que, então, a Editora Melhoramentos resolveu investir neste tema?

buy klonopin online no prescription

Ao receber a incumbência para desenvolver esta publicação, a empolgação para enfrentar mais um desafio correu como uma descarga elétrica por todas as minhas veias. Porém, como toda descarga elétrica, durou frações de segundos. Ao debruçar sobre o tema, tive que enfrentar a realidade. Apesar da diversidade do cenário gastronômico que se consolidou em nossa cidade, já por algumas décadas, o izakaya, categoria que pincela o cenário noturno das cidades japonesas com suas lanternas vermelhas, não encontra vez por aqui. Eles existem, sim, poucos, timidamente, quase como um universo oculto. Mas, quem os conhece, sabe muito bem: é lá que estão a boa comida e a boa bebida, sempre regadas com um bom papo e uma boa companhia.

ativan for sale

Foto: Tatewaki Nio, especial para Izakaya: Por Dentro dos Botecos Japonses

diazepam online pharmacy

Além de poucos representantes desta categoria em São Paulo, outro obstáculo era o universo do saquê que, para mim, era ainda uma incógnita. Neste quesito, felizmente, encontramos um panorama melhor. Há uma demanda crescente por ótimos saquês importados e um público que deixa de ser apenas curioso e passa a exercer forte opinião na escolha dos produtos. Para a produção desta publicação, tivemos a sorte de ser conduzidos por duas especialistas no assunto, as saquê sommelières Sonia Yuki Yamane e Yasmin Yonashiro. E, para as nossas sessões de degustação, contamos com a adesão das importadoras Tradbras, Zendai, Yamato e Kittobras que, gentilmente, ofereceram seus melhores produtos para serem conhecidos e explorados.

buy soma without prescription

Ilustração de Mika Takahashi, especial para "Izakaya: Por Dentro dos Botecos Japoneses"

buy valium online without prescription

Aliás, exploração é um termo muito apropriado para a viagem que foi produzir este livro. Do entusiasmo inicial, passando por uma insegurança logo dominada, sobretudo com o auxílio das saquê sommelières, a sequência de descobertas e surpresas que esta expedição proporcionou só reforçou a tese de que há um imenso universo a ser explorado no mundo dos izakayas. A Melhoramentos farejou um veio escondido, um tesouro em formação, e se revelou uma caçadora de tendências. Sim, é muito provável que, após a publicação deste livro, já tenhamos mais izakayas reforçando o elenco de boas casas, que ofereçam o diferencial da boa comida para compartilhar e de boas bebidas para regar os bons papos.

buy ultram online without prescription

Taças e copos para saquê, acervo do Bohn. Foto: Tatewaki Nio

buy ambien online without prescription

Bar, pub, bistrô ou boteco? O izakaya pode ser um pouco disso tudo, com algumas especificidades. Remontemos às suas origens. O izakaya era um lugar onde as pessoas experimentavam o saquê que iriam levar para casa. Para beliscar, um petisco bem simplório, como lulas secas desfiadas. Tudo em pé, na informalidade. E era um local importante de relacionamento social, tanto para colocar as conversas em dia, como para jogar conversa fora. Primórdios das redes sociais. Os saquês evoluíram, e os atuais izakayas viraram nichos de uma gastronomia surpreendente. Quanto à qualidade das conversas, é bom que elas permaneçam no plano das banalidades, para não ofuscar o que o izakaya tem de melhor: a boa bebida e a boa comida.

phentermine online without prescription

Iguarias do Izakaya Issa. Foto: Tatewaki Nio

buy zolpidem no prescription

Para as fotografias deste livro, contamos com a sempre competente lente de Tatewaki Nio, que acompanhou todos os movimentos: da cozinha, da feitura dos pratos, da ambientação e também da afetividade de quem faz da produção gastronômica um espaço para usufruir momentos felizes. Introduzimos nesta obra um segundo canal de imagens: as ilustrações de Mika Takahashi, transitando por fábulas e lendas, e deixando legumes, peixes e verduras mais leves em suas fluidas aquarelas. No projeto gráfico, o olhar sensível e atento de Erika Kamogawa não deixa escapar nenhum detalhe, para tornar o livro mais atraente. E, para finalizar, os profissionais da Melhoramentos nos colocam em solo firme e seguro para entregar esta publicação aos leitores que ainda não se arriscaram a atravessar aquelas misteriosas cortinas penduradas na entrada.

buy xanax without prescription

A todos os envolvidos nesta produção meu eterno arigatou. E a todos que estão chegando, irasshaimassê!, sejam bem-vindos!

Jo Takahashi

 

Tatewaki Nio (esq) e Jo Takahashi, durante a produção do livro. Acompanhe em Jojoscope todo o processo de produção deste livro.

Agradecimentos especiais:

Breno Lerner | Rosana Trevisan |Claudia Morales | Ana Carolina da Cruz | Gisely Cristina Lopes Pinto | Elizangela Feitosa de Jesus | Aline Cidral das Chagas | Fernanda de Araújo Fortunato | Ana Consuelo | toda equipe Melhoramentos | e mais Clarice Lima, pela gestação, produção e distribuição.

Dirce Miyamura | Akemi Matsuda | Nina Takahashi | Equipe Dô Cultural, pela pré-produção, produção e pós-produção, e pela paciência.

Tatewaki Nio | Mika Takahashi, pelas belíssimas imagens e ilustrações, que deram leveza ao conjunto.

Sonia Yuki Yamane | Yasmin Yonashiro | Alexandre Iida,  pelos ensinamentos etílicos

Erika Kamogawa | Ekodesign pela sofisticada elaboração visual

Camila Dias | Helena Mattar | Equipe Noz Moscada pela eficiente e sempre presente assessoria de imprensa e divulgação.

Fundação Kunito Miyasaka | Kikkoman | Kittobras | Tradbras |Yamato | Zendai pelo patrocínio e colaboração, que tornaram viável este projeto.

No lançamento: Azuma Kirin | Livraria Cultura

E aos donos e equipe dos Izakayas: Issa | Bohn | Kintaro | Kabura| Kidoairaku | Bueno | Mitsuyoshi | Ban | pelo novo universo gastronômico que acabamos conhecendo. 

Ariane Mafra | Breno Lerner | Chris Campos | Daniela Hispagnol | Gladstone Campos |Glaucia Balbachan | Jum Nakao |Magda Pucci | Marcelo Fernandes | Marina Amano |Naoki Otake | Rita Kohl, pelos bons momentos nas degustações

Tanuki, o guaxinim, é o mascote dos izakayas. Ilustração de Mika Takahashi

LANÇAMENTO

Dia 18 de Agosto, a partir de 18h30 na Livraria Cultura | Conjunto Nacional (Avenida Paulista 2073) São Paulo SP

Acompanhe em Jojoscope todo o processo de criação deste projeto editorial.

IZAKAYA: POR DENTRO DOS BOTECOS JAPONESES  (Melhoramentos) já está à venda nas principais livrarias. Preço de referência R$ 79,00.

 

 

 

 

2 Responses to IZAKAYA: POR DENTRO DOS BOTECOS JAPONESES – Lançamento

  1. Lica Cecato disse:

    acho muito bacana um livro sobre os IZAKAYAs no Brasil, uma cultura de verdade, que dá o saber de verdade, da gostosura que é frequentar essas caixinhas de joias, esses pequenos teosuros de calor humano e comida deliciosa, em lugares às vezes muito duros de se viver, como por exemplo, uma metrópole como Tokyo e…. como SP. Parabéns!! Omedetô gozaimasu!

  2. […] Consultoria). Para mais informações sobre o lançamento do livro, acessem a página do Jojoscope: http://jojoscope.com/2014/08/izakaya-por-dentro-dos-botecos-japoneses-lancamento/ Após o lançamento do livro, que aliás é uma leitura agradabilíssima e descontraída, além de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *